É inegável que o advento da tecnologia e suas diversas aplicabilidades úteis ao cotidiano fazem com que os usuários usem, cada vez mais, seus cartões de crédito na internet.

E isso não é ruim – muito pelo contrário! Isso apenas mostra que, com as crescentes inovações no mundo digital, o dia-a-dia fica muito mais fácil com um cartão na mão e o acesso à Internet. Essa facilidade, porém, precisa ser aproveitada de forma inteligente.

O cartão de crédito não é seguro em nenhum lugar, principalmente na internet. Ao fazer compras online com cartão de crédito, é importante seguir algumas diretrizes para evitar fraudes, roubo de identidade e violação de informações pessoas – crimes já bastante comuns pela rede digital. O próprio FBI, agência norte-americana, realiza apreensões frequentes de ataques cibernéticos a grandes empresas, como aconteceu com a rede de fastfood Wendy’s.

Abaixo deixamos algumas dicas para compras seguras com cartão de crédito que, por mais básicas que pareçam, são negligenciadas por muitos consumidores da Internet. 

1. Compre apenas em sites confiáveis

Se surgiu a dúvida “será que esse site é confiável mesmo?”, não compre.

Ao fazer compras online com seu cartão de crédito, é importante que você acesse apenas sites confiáveis. Evite clicar em links recebidos por e-mail, principalmente se forem mensagens não solicitadas. Esses links podem redirecionar o usuário a um site falso criado com o único objetivo de roubar informações do cartão de crédito. Em vez disso, vá diretamente ao site real. Digite você mesmo o endereço do site no espaço apropriado em seu navegador.

2. Não faça compras com o cartão em locais públicos

O lugar de usar um cartão de crédito para compras é em seus dispositivos pessoais.

Imagine a seguinte situação: uma pessoa fã de jogos eletrônicos se dirige a uma lan house a fim de se divertir em sites de aposta Brasil. A fim de apostar com dinheiro real, a pessoa insere os dados de seu cartão de crédito. O estrago está feito. Esses computadores podem ter um software conhecido por “keylogger”, que captura tudo o que é digitado, inclusive os dados dos cartões.

3. Aumente a vigilância sobre vírus e hackers

Apesar de por vezes serem subestimados, os antivírus e antimalwares precisam estar instalados em qualquer computador, até mesmo – e mais importante – nos pessoais. Hackers podem redirecionar um site para uma versão falsa apenas ao instalar antivírus e anti-spyware nos computadores. Portanto, também é preciso cautela com qual antivírus usar. Use apenas software reconhecidos, a exemplo do Avast, e não aqueles em anúncios ou links no e-mail.

4. Certifique-se de que a página para inserir os dados do cartão é segura

Por último, é preciso sempre atentar para o local onde os dados do cartão serão inseridos. É possível verificar a segurança de um site apenas verificando o URL dele. Na página em que você digita as informações do cartão de crédito, o URL na barra de endereços do navegador deve começar com “https://” e deve haver um símbolo de cadeado fechado no canto de onde o endereço é digitado. A sigla “https” significa um tipo de criptografia que deixa os dados entre um cliente e um servidor criptografados, fornecendo proteção contra fraude, falsificação de informações e a violação de dados.

Fonte: https://www.profissionaisti.com.br/2019/09/em-tempos-de-crimes-ciberneticos-aprenda-a-usar-o-cartao-de-credito-de-forma-segura/


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Clique em um dos nossos representantes abaixo para conversar no WhatsApp ou envie-nos um email para [email protected]

× Como posso te ajudar?