Cinco urgências que aceleram a transformação digital das empresas

Executivos de negócios e de tecnologia da informação vivem um momento de urgência e precisam acelerar processos de transformação digital em suas empresas. Tendências globais convergem para alavancar oportunidades a partir do uso de recursos computacionais.

“Atualmente, há uma necessidade de criar modelos de negócio sustentáveis e dinâmicos que ajudarão as organizações a rodarem melhor, mudar mais rápido e crescer pela próxima década”, comenta Michael E. Roach, presidente e CEO da CGI, que divulgou um relatório sobre as pressões enfrentadas organizações.

O estudo anual Global 1000 considera respostas de mil executivos, de dez setores industriais, em vinte países e identificou que mais de 70% dos entrevistados cita que a digitalização ocupa a primeira posição entre suas prioridades e esforços.

Os cinco pontos-chave para intensificar a transformação digital, destacados pela pesquisa, são:

  1. O aumento da influência da consumerização. O estudo revela que 71% dos respondentes indicaram que seus clientes esperam experiências digitais personalizadas através de múltiplos canais, sendo que 18% imaginam que meios digitais serão a única escolhida pelo cliente. Essa tendência é acentuada nas indústrias de finanças, varejo, bens de consumo e comunicação.
  2. A evolução da segurança da defesa para diferencial competitivo. Em um mundo cada vez mais assolado por ameaças, a segurança da informação passa a ser um mecanismo de diferenciação para 62% das organizações ouvidas pela CGI. “Programas de cibersegurança estão amadurecendo de reativos e baseados em compliance para proativos e focados na integridade como parte da proposta de valor”, cita o relatório.
  3. Demandas regulatórias implacáveis. Metade das empresas ouvidas na pesquisa percebe um aumento implacável nas necessidades e exigências impostas pela organização. Esse contexto segue uma evolução firme, forte e constante, com líderes focados nos impactos materiais aos negócios gerados por leis de privacidade e proteção de dados.
  4. Reestruturação dos modelos de negócio das indústrias. Um terço dos executivos nota mudanças estruturais nos modelos de negócio de suas organizações. “Pela primeira vez, eles afirmam que precisam transformar a forma como suas companhias estão estruturadas para atender aos públicos-alvo e potencializarem o crescimento”, aponta, citando, dentro desse conceito, demandas de como transformação da cadeia de valor, ambiente macroeconômico incerto e mudanças do perfil de trabalho e consumo.
  5. Consolidação da TI como alavanca de transformação. A tecnologia ganha posição de destaque na digitalização das operações. Aproximadamente 30% dos entrevistados espera ver a TI emergindo com alavanca das transformações de negócio.

Os recursos tecnológicos deixam de ser habilitadores para acelerador de novos modelos operacionais. Mais de 70% das empresas planeja manter ou aumentar os orçamentos de tecnologia para acelerar iniciativas de transformação digital. Além disso, cerca de 30% dos executivos ouvidos na pesquisa aplicará recursos em iniciativas de inovação e 20% em modernização e eficiência operacional.

Comments:0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *